sábado, 11 de agosto de 2007

Levando a vida...(vida leva eu)

Tem gente que se perde totalmente na vida porque não sabe como conduzir. Muitas vezes o que era para ser um maravilhoso casamento acaba virando um inferno de chamas:


Hochzeit - Click here for more amazing videos



Hoje em dia as pessoas preferem fugir de seus problemas a enfrentá-los. Eu, por exemplo, luto para virar um comediante de "Stand-Up Comedy", assim como Diogo Portugal, Marcio Ribeiro, Rafinha Bastos, Porschat, etc. Enquanto isso, me contento em fazer shows de "Sit-Down Comedy" pelo PC. Como eu disse no post de estréia deste BLOG. Eu pensei que eu era o único pensando em fazer o "Sit-Down Comedy", mas hoje eu descobri que tem um cara que já está muito mais na minha frente:


Josh Sit-down Comedy - More free videos are here

Eu tiro o chapéu para o Josh. O cara não anda e já ANDOU muito mais do que eu em seu caminho de "Sit-Down Comedy". Por outro lado, muitas pessoas em perfeitas condições físicas se dão ao trabalho de levantar(algo que o Josh não consegue fazer), pegar um revólver e dar um tiro na cabeça. Ou então pular do alto de um prédio, na frente de um metrô, e coisas do tipo.

Como assim?

Se o Josh conseguiu MATAR a mesmice com todas as limitações, por que tem tanta gente muito bem na vida que coloca limitações em si mesmo? Se você é mais um suicida ou no momento está pensando em se matar, então faça isso com estilo. E tente fazer isso de maneira que ajude os outros. Pois se o Josh consegue ajudar outras pessoas fazendo-as sorrirem sem sequer levantar de uma cadeira, você pode ajudar muita gente a sair da mesmice ajudando-as a praticarem esportes originais. Não seja otário, seja um voluntário:


Anyone Want To Volunteer To Be The Speedbump - Click here for this week’s top video clips

2 comentários:

fredy disse...

Pessoas como ele, e eu que são digamos diferentes e gostam de ser engraçadas, pelo menos tem em mente que podemos ter cara de retardados, mas não somos, somos sim inteligantes para fazer os outros rirem, e ainda melhor não precisamos fazer caretas com Jim Carey da vida, nosso rosto já é uma careta hahahaha.
Ser deficiente consciente é isso, ser sarcástico, mas engraçado.
Mas o mais importante como qualquer comediante queremos ser engraçados somente nos momentos em que ser queremos, ou seja não é engraçado uma pessoal passar pela gente em plena rua e ficar rindo sem motivo aparente...

SUSTO disse...

Pô, Fredy! Q honra.

Tu te prestou a conferir e tão rápido. Eu pensei que só aconteceria na semana que vem.

É nesses momentos em plena rua que vemos onde estão os VERDADEIROS DEFICIENTES.